Pena de Morte: Você é a favor?

Comments

eu sou a favor a pena de morte porque ninguem mata porque qué e se mata é sinal que quer ver sua vida indo por agua baixo porque ele ou ela sabe que vão ser punidos pelo os atos que cometeram igual a quele caso da mulher que jogou seu bebe recem nascido no lixo isso pra mim é uma covardia , e como que aquela mulher não sabia que tava gravida sera que ela não sentia alguma coisa mechendo dentro dela e ela é uma irresponssavel então que ela seja punida por isso é isso que eu acho sobre a pena de morte

A pena de morte é a defesa da sociedade contra o criminoso, é eficaz na prevenção de futuros crimes. A pena de morte deve ser para aqeles que são: pedófolos, estupadores e assassinos em geral, sequestradores (alem de estrupar, abusa e mata á vítima), e também para aqueles que já carregam uma ficha criminal "quilométrica".

se tivese pena de morte no brasil nao tina ladrao ,abusos e etc.. a violencia ia cair muito ou se tivesse a pena de decepar a mao agente ia ver aquela pessoa e ja ia saber qu ela era um ladrao

advogado mata motorista de onibus no RIO DE JANEIRO com varios tiros... .... É HOJE EM DIA SE ESTUDA PRIMEIRO PRA DEPOIS SE FORMAR NO CRIME .........ai...............

irei fazer um debate sobre esse tema no colégio amanha, e apesar de ser totalmente a favor, o professor disse para argumentar contra(que raiva).mas como só ganharei ponto se meu grupo ganhar preciso muito de ajuda.por favor. mesmo que você seja a favor me ajude a argumentra contra. please!

Eu estou na situação oposta:S caramba, quem aqui é a favor da pena de morte??

Bem lembrado pelo Marcelo Andrade: algumas pessoas que são contra a pena de morte dizem que um erro não justifica o outro, mas então eu pergunto: se isso é mesmo verdade, então qual a justificativa para o primeiro erro? Pra mim o errado não é quem reage e sim quem provoca, nesse caso a sociedade tem todo o direito de reagir contra esses canalhas que não estão nem aí para a vida alheia. Se eles não se preocupam conosco, por que nos preocuparmos com eles? E mais para aqueles que sempre jogam a culpa nos políticos (eles também têm culpa, mas não são os únicos) eu pergunto: por que os ricos também matam?

os ricos tambem matam. vc perguntou ?? eu respondo da seguinte forma . como realmente é. .. é que gente ruim não tem classe social. caso disso temos padres pedofilos. ricos pobres pretos e brancos resumindo . a raça humana é uma merda. so é boazinha antes de cometer tal ato ... depois é tudo farinha do mesmo saco. lixo da mesma qualidade. forma disso que nem um recem nascido mata . mas ao se tornar adulto desenvolve se o carater. da natureza humana. e dai é só DEUS CAMARADA KKKKKKKKKK.

Excelente! Resumindo: não é a pobreza a única culpada pela violência, sendo assim, quem mata o faz por que quer e não por que é obrigado, é por isso que sou sempre a favor.

Se o indivíduo sabe que se matar vai morrer e mesmo assim mata, ele é o único responsável por sua própria morte, através da pena máxima. Ninguém o obriga a matar; ele mata porque quer. Tanto é verdade que ele faz de tudo para matar: arruma a arma, pega a vítima por traição, leva ela para uma cilada, etc. Cada um é e deve ser exemplarmente punido pela escolhas que faz. Se quer matar injustamente, deve se preparar para receber a sentença capital.

São muitas as pessoas, infelizmente, que são contra a pena de morte. Essas pessoas fazem muitas objeções à pena capital. Rebateremos as mais comuns.

1ª objeção: Não pode haver pena de morte porque podem acontecer erros e acabar-se matando inocentes.

Resposta: Segundo esse argumento, tudo o que contém algum risco de erro é ilegítimo.

Se esse argumento procedesse, deveriam ser proibidos o avião e o automóvel, porque acontecem vários acidentes por ano e muitos inocentes morrem. "Abusus non tollit usum" (o abuso não tolhe o uso), é uma máxima do Direito absolutamente verdadeira. Caso contrário, a vida em sociedade seria impossível.

2ª objeção: Um erro não justifica outro.

Resposta: a objeção normalmente parte do pressuposto de que a pena de morte é um erro, sem se dar ao trabalho de provar isso.

Se assim fosse, a mãe não poderia bater no filho quando ele faz alguma travessura, já que bater é errado e não poderia ser usado para corrigir outro erro.

Dever-se-iam extinguir as cadeias, porque os erros dos criminosos não justificariam outro erro que é o cárcere forçado. E assim por diante...

3a. objeção: Só Deus pode tirar a vida. E Ele ordenou: "Não matarás".

Resposta: Então, a Bíblia estaria errada quando diz: "O que ferir um homem querendo matá-lo, seja punido de morte" (Êxodo 21,12). "O que ferir o seu Pai ou sua Mãe seja punido de morte" (Êxodo 21,15).

"Aquele que tiver roubado um homem, e o tiver vendido, convencido do crime, morra de morte"(Êxodo 21,16).

Na verdade, a ordem divina "Não matarás" significa que ninguém pode matar sem motivo, sem razão. Não impede o assassinato em legítima defesa. Afinal a tradução mais correta é não (Rasah) assassinarás

Ora, a pena de morte nada mais é do que a legítima defesa da sociedade contra o criminoso. Se a objeção procedesse, não haveria previsão da pena de morte na Bíblia.

4ª objeção: A Igreja Católica é contra a pena de morte

Resposta: A Igreja sempre ensinou que a pena de morte é legítima. Ela não poderia ir contra o que a Bíblia ensina de modo tão explícito.

Vários santos defenderam a pena capital, entre eles: São Jerônimo, o doutor máximo das Escrituras, Santo Agostinho, São Pio V, São Pio X e São Tomás, o maior doutor da Igreja. Quem se opõe à pena de morte não é a Igreja, mas alguns padres e bispos.

São Paulo ensinou que a pena de morte é legítima: "Paulo, porém, disse: Estou diante do Tribunal de César, é lá que devo ser julgado; nenhum mal fiz aos Judeus, como tu sabes muito bem. E, se lhes fiz algum mal ou coisa digna de morte, não recuso morrer..." (Atos XXV, 10-11).

São Paulo afirma que existem ações que são dignas de morte. É, portanto, favorável à pena capital. Diz ainda, em outra passagem: "Os quais, tendo conhecido a justiça de Deus, não compreenderam que os que fazem tais coisas são dignos de morte; e não somente quem as faz, mas também quem aprova aqueles que as fazem" (Rom I, 32).

5ª objeção: Não se pode punir os criminosos com a morte. Ninguém tem esse direito.

Resposta: É necessário punir os faltosos. A justiça manda "dar a cada um o que é seu".

Quando um ladrão rouba uma pessoa, cometeu uma injustiça e a vítima, além da sociedade, é "credora" desse ladrão. Então, para se fazer justiça, o ladrão deve pagar.

Restituir o que subtraiu à vítima e pagar uma pena. Por isso sempre se diz: "O criminoso está em dívida com a sociedade", "Já paguei minha dívida com a sociedade".

Os maus devem ser punidos, é o que ensina São Tomás na "Suma contra os gentios", em que cita algumas passagens da Bíblia: Diz o Apóstolo: "Não sabeis que um pouco de fermento corrompe a massa?" (ICor 5, 6e13), acrescentando logo após: "Afastai o mal de vós".

Referindo-se à autoridade terrestre, diz que: "Não sem razão leva a espada, é ministro de Deus, punidor irado de quem faz o mal" (Rm 13,4).

Diz S. Pedro: "Sujeitai-vos a toda criatura humana por causa de Deus; quer seja rei, como soberano; quer sejam governantes, como enviados para castigar os maus, também para premiar os bons" (1Pd 2,13-14).

De acordo com essas passagens, a punição é necessária, e os governantes têm o direito de punir.

A pena deve ser proporcional ao agravo. Desse modo, para uma infração leve devemos ter uma pena leve, para uma infração média, uma pena média, e para uma infração grave, por exemplo, um assassinato, devemos ter uma pena forte, que é justamente a pena de morte.

Por isso a Bíblia elenca vários crimes que são dignos de morte.

6ª objeção: A pena de morte não resolverá nada. Os EUA são a prova disso.

Resposta: Resolve sim.

Primeiro porque um apenado com a pena capital não cometerá crimes novamente. Segundo, porque nos países onde ela existiu, no decorrer da história, sempre houve baixa criminalidade.

Por exemplo, na França. Em Paris, entre 1749 e 1789 - quarenta anos -aconteceram apenas DOIS assassinatos.

E hoje em dia, nos países que aplicam a pena máxima - como é o caso dos países árabes e de Cingapura - há baixíssima criminalidade.

Nos EUA, se não houvesse pena de morte haveria ainda mais crimes.

Além disso, o sistema americano é imperfeito; há poucas condenações e os processos são demorados demais. Em New York a criminalidade está despencando e um dos motivos é a aprovação da pena de morte.

7ª objeção: É uma falta de caridade com o criminoso. É contra os princípios cristãos.

Resposta: Pelo contrário. Como ensina São Tomás, o ódio perfeito pertence à caridade.

A pena de morte na verdade é caridosa.

Quando aplicada a um criminoso irrecuperável, ela impede que ele cometa mais crimes, ou seja, impede que cometa mais pecados.

Como dizia São Domingos Sávio, "é preferível morrer a cometer um pecado mortal". Além disso, a pena capital, é uma excelente oportunidade para que o criminoso se arrependa de seus crimes e ofereça sua vida como pagamento de seus pecados.

O criminoso, no corredor da morte, tem uma rara oportunidade de salvar-se, bastando arrepender-se e confessar a um sacerdote antes da execução.

8a. objeção: Não se pode abreviar a vida porque existe a possibilidade de uma graça futura ou de um arrependimento futuro.

Resposta: Ora, para Deus não existe tempo. Se tal pessoa deveria receber uma graça no futuro, Deus "anteciparia" tal graça. Por outro lado, a Justiça não pode trabalhar com meras "hipóteses" ou "suposições".

Na argumentação de São Tomás, o perigo de um criminoso para a sociedade é maior do que a chance dele se converter, e por isso deve ser eliminado.

9a. objeção: Jesus Cristo foi contra a pena de morte

Resposta: Jesus Cristo é Deus. Deus é o autor mediato da Bíblia. Se a pena de morte fosse errada, não haveria previsão na Sagrada Escritura.

No Novo Testamento há várias passagens pró pena de morte: S. João XIX, 10-11: "Então disse-lhe Pilatos: Não me falas? Não sabes que tenho poder para te crucificar, e que tenho poder para te soltar? Respondeu Jesus: Tu não terias poder algum sobre mim se te não fosse dado do alto...".

Ou seja, Deus deu a Pilatos, autoridade constituída, o direito de aplicar a pena de morte. É claro que com Nosso Senhor, Pilatos usou mal esse direito.

E no Apocalipse: Apoc XIII, 10: "Quem matar à espada importa que seja morto à espada".

10ª objeção: As pessoas que defendem a pena de morte assim o fazem porque não serão elas as executadas. Se um filho dessas mesmas pessoas estivesse no corredor da morte seriam as primeiras a protestarem contra a pena capital.

Resposta: Se esse raciocínio fosse verdadeiro, teríamos de acabar com todas as penas, porque quem comete um crime não quer ser condenado, mesmo que tenha defendido a pena para esse crime.

O argumento equivale a dizer: "As pessoas que defendem a pena de cárcere forçado assim o fazem porque não serão elas as prisioneiras. Se um filho dessas mesmas pessoas estive presa seriam as primeiras a protestarem contra a prisão".

11a. objeção: Quem é contra o aborto, não pode ser a favor da pena de morte.

Resposta: Raciocínio torto esse, totalmente "non sense". Somos a favor de punir bandidos, e não inocentes que nunca fizeram nada.

Esse raciocínio é o equivalente a dizer: "quem é contra prender uma criança durante 10 anos numa cela, não pode ser a favor de prender um criminoso por 10 anos numa cadeia".

A tese contrária é verdadeira "Quem é a favor do aborto não pode ser contra a pena de morte". Se alguém defende o assassinato de uma criança inocente, não poderá ser contra a execução de um bandido.

Infelizmente, hoje em dia, há várias pessoas que são favoráveis ao assassinato intra-uterino (aborto) e são contra a pena de morte. É o cúmulo do "non sense".

12ª. objeção: Se no passado ela poderia estar certa, a pena de morte hoje em dia não tem mais cabimento. A tendência do mundo é de acabar com ela, não podemos impedir a evolução das coisas. A pena de morte não é compatível com um mundo civilizado.

Resposta: De acordo com esse raciocínio as tendências do mundo moderno são todas excelentes e inatacáveis. Entretanto, hoje a tendência é de que os partidos neo-nazistas cresçam.

Então, esses partidos estariam certos? A tendência é o deficit público aumentar. Então, o deficit é bom?

A tendência é o trânsito aumentar, a criminalidade aumentar. "Tendências" não significam nada, podem ser ruins ou boas. Não existe "evolução" para a verdade.

É justamente hoje em dia que precisamos mais da pena de morte, porque há mais crimes. Civilizado é um mundo com baixa criminalidade e não um mundo em que se mata por nada.

13ª. objeção: As penas devem ser educativas, para recuperar o criminoso, e não para vingar.

Resposta: Toda a pena é vindicativa. A recuperação do criminoso está em segundo plano.

O primeiro dever do Estado é proteger a sociedade, e não recuperar o indivíduo. O todo vale mais que a parte.

Ademais, a pena de morte é extremamente educativa para todo mundo.

14ª objeção: A maioria das pessoas é contra a pena de morte.

Resposta: Não é verdade. A maioria das pessoas é a favor da pena capital. Nos EUA em torno de 75%, no Brasil deve ser também. Bastaria um plebiscito para confirmar esse dado.

15ª. objeção: Não se pode punir os criminosos com a pena capital porque a culpa é da sociedade. A pobreza é que causa a criminalidade. São traumas psicológicos que causam o crime.

Resposta: Então, a Igreja estaria errada quando ensina que existe o livre arbítrio e, por causa dele, podemos escolher entre o bem e o mal.

Os crimes existem em função da maldade humana que escolhe o mal em vez do bem. Se a sociedade fosse a culpada, não poderia haver Direito, não poderia haver nenhum tipo de repressão.

O próprio Direito Civil seria inútil, pois, todo o inadimplente poderia alegar que não pagou por culpa da sociedade, e o credor não poderia cobrá-lo. O mesmo aconteceria com os "traumas psicológicos".

Dizer que a pobreza causa a criminalidade é dizer que todo pobre é ladrão. Ou seja, é uma frase preconceituosa. Se fosse assim, a Índia, um dos países mais pobres do mundo, seria o mais violento. Entretanto, é um país com baixa criminalidade.

A proibição da pena de morte não tem suporte lógico nenhum. Não existe argumentação eficiente contra a pena capital.

O que explica as pessoas serem contra ela, além de uma visão totalmente falsa da caridade, é o sentimentalismo, no fundo materialista, representado por frases como estas: "não se pode punir", "devemos ter piedade do assassino", "coitado do bandido". Nenhum pastor, em sã consciência, trocaria um rebanho de ovelhas por um lobo. Ele não hesitaria em matar o lobo.

O nosso triste mundo do século XX, porém, preserva o lobo e mata as ovelhas. O pior é que nós somos as ovelhas...

FONTE: http://www.montfort.org.br

Ontem, a sobrinha de minha esposa, uma criança de apenas 10 anos escapou por pouco de ser violentada por um sujeito. Só Deus sabe o que aquele calhorda nojento e sem nenhum escrúpulo poderia tê-la feito. Infelizmente ele escapou ileso e está a solta pronto para tentar fazer de novo com outra criança. A inocente estava indo até uma mercearia em pleno meio-dia a pedido de sua mãe, e agora está tão assustada, que não quer nem sequer ir à escola. Ficou traumatizada com o ocorrido. Sinceramente, se eu estivesse no local na hora do fato, eu teria perseguido e alcançado o sujeito e no mínimo a está hora, ele estaria internado num hospital entre a vida e a morte. Estou revoltadíssimo com isso. Só quem tem um caso como esse tão próximo, sabe do que estou falando. E não me venha nenhum defensor desses canalhas tentar justificar seu ato com esse papo furado de falta de oportunidade, pobreza, loucura, etc. O cara é ruim mesmo, é um pulha, um lixo que não merece estar vivo, pois já é conhecido da polícia e já tentou fazer isso outras vezes. É um pedófilo nojento e desgraçado. Me perdoem as palavras de baixo calão, mas é que a revolta é demais. É por motivos como esse, que eu sou 100% favorável à pena de morte. Assassino, estuprador, sequestrador, traficante e pedófilo, tem mais que ir para o inferno acertar as contas com o cão.

Será que quem defende esses FDP teria a coragem de levar esse sujeito descrito acima para tomar conta de seus filhos? Eis mais um belo exemplo do porquê a maioria dos brasileiros são a favor da pena capital. Qual a justificativa para um calhorda tentar atacar uma criança? Pobreza? O que uma coisa tem a ver com a outra? Se alguém me apresentar argumentos que justifiquem um ataque como esse contra uma criança, aí eu paro de ser a favor da pena de morte.

faço de suas minhas palavras!estou cansada de ver pessoas protegend esses marginais.tudu tm seu preço e pq eles nan pagarem pels seus atos crueis.cada dia q passa eu fico mais barbarizda cm tamanha violencia principalment cm criançs indfesas.algo tm q ser feito isso tm q parar...estou fazendo um trabalho de aula sob pena de morte no brasil!por incrivel q pareça tm muitas pessoas q são contra a pena da para acreditar?mas qm somos para julgar!so acho q nan devm assistir noticiarios

Quem mata não tem dó!!! Porque te dó também?

A pena de morte é um chamado à responsabilidade. O indivíduo é responsável e deve ser responsabilizado por suas escolhas, seus atos. Ninguém o força a matar; ele mata porque quer. Ele e só ele decide se mata ou não. Assim, sabendo o criminoso que se matar vai morrer, ele e somente ele escolhe seu destino. A lei é o limite colocado a favor do bem comum e da justiça. Quem decide ultrapassar esse limite, querendo e matando outra pessoa de forma injusta, deve suportar e pagar por tudo aquilo que escolheu livremente. Sim, pela pena de morte.

É muito simples: ninguém é dono da vida de ninguém, então a partir do momento em que uma pessoa se dá esse direito (o que na verdade não é um direito) ela deve sim ser punida, e para o caso do assassino que simplesmente prende, julga, condena e executa sem dar à sua vítima nenhum direito de defesa, sem dúvida na minha opinião a pena mais justa seria sofrer o mesmo que sua vítima sofreu, ou seja a morte. Se somos seres racionais, então todos nós sabemos que não se deve matar o próximo, apesar da pobreza, da falta de oportunidade, que são usadas por muitos como justificativa. "Se sou pobre, passo fome, uso drogas, a minha vítima foi a responsável por isso?" Alguns dizem que a pena de morte não é justiça e sim vingança, mas se eu mato por causa de meus problemas, eu não estaria me vingando também? E o que é pior, de quem não tem culpa alguma? Temos que parar com essa noção de que o bandido nunca é o errado. Ele é o errado sim, ele é quem provocou, ele é quem matou e por que quis, pois ninguém coloca a arma nas mãos de outra pessoa e diz" ou você mata ou morre". Ontem, vi uma reportagem sobre uma garota de 15 anos, pobre, que trabalhava de dia e estudava à noite, e quando foi até o açougue comprar carne para sua mãe, foi atacada por um elemento que queria estuprá-la. Ela tentou se defender e ele a agrediu com pedradas na cabeça. Quando sua mãe ligou para seu celular, o cara atendeu e simplesmente disse "já era, ela está morta". Graças a Deus essa inocente sobreviveu e está internada até onde sei. Então eu pergunto: que motivo esse cara teve para fazer isso? Se ele passava fome, era pobre, etc, isso justifica seus atos? E por que ninguém pensa nessa jovem, na sua mãe? Ela pode morrer, por que o bandido não? Ele tem mais direito à vida do que ela? Qual o crime ela cometeu para ser punida dessa forma? Estou farto, e a maioria da população também. Nós, pessoas honestas, de bem, que respeitamos a vida alheia, temos o direito de nos defender! Se não podemos ter armas e passar a matar os assassinos, então que o poder constituído o faça em nosso lugar. Àqueles que são radicalmente contra a pena de morte eu pergunto: e se essa jovem fosse sua filha, sua irmã ou você mesma? Seria justo esse cara, se for preso, passar 10 anos na cadeia e voltar às ruas para fazer novas vítimas. E a alguém que disse " Visite um presídio e veja se é bom ficar por 10 anos lá.", eu pergunto: seria bom levar várias pedradas na cabeça? Se não quer sofrer na cadeia ou ser morto, não cometa o crime. Simples!

sei que o que vc escreveu , é o que vc realmente pensa mas... vc tem um caminho a seguir certamente um ideal. HA muito tempo que o lançamento do livro chamado psicose ANALITICA AMBULATORIAL DA PESQUISA Dr RHISTOM. aonde tem a analise do descontrole paradoxo da grande analise pariental. é um do seguimento. das espessura do mecanismo analitico central. Esse livro trata de tudo que vc escreveu e ate mesmo de tudo o que vc quer em base funcional material . e mortal. temos que ter mesmo bom censo para sabermos sobre a priora do que se trata não é mesmo???. te dou um conselho leia esse livro. E ANALISE TODO O IMENSO CONTEUDO DE INFORMAÇÃO E CULTURA PARA TODOS NÓS.... UM GRANDE BEIJO E ABRAÇOS . E QUE VC CONSIGA ENTENDER O TANTO DE SABEDORIA QUE VC VAI TER . OBRIGADO .

Concordo que cultura e sabedoria nunca são de mais, no entanto a sociedade brasileira vive um momento que está se tornando insuportável para todos. A vida perdeu o valor: mata-se por 10 reais, por uma garrafa de cerveja, pelo simples fato de você ser diferente, pelo fato de uma mulher não querer mais nada com um homem, etc. Há que se ter punição para esses tipos de crime, pois se nada for feito dentro em breve, eu, você, e qualquer outra pessoa não poderá nem sequer sair às ruas (e não estamos muito longe disso). Os criminosos perderam completamente o medo, eles estão se sentindo tão seguros, que não se importam mais em ser identificados, riem de nossa cara, se sentem totalmente à vontade, pois sabem que existe um grande aparato legal que garante apenas seus direitos. Mas e o nosso direito? Nosso direito à vida, à segurança, à liberdade de ir e vir, à certeza de que podemos deixar nossos filhos em suas escolas e recebê-los sãos e salvos em casa no final do dia? Que alguma mudança precisa ocorrer e urgentemente ninguém tem a menor dúvida e acredito que inclusive você. E entre outras coisas essa mudança passa pela real punição daqueles que insistem em se sentir senhores do destino alheio. Todos nós temos o chamado livre arbítrio, não somos como os animais, temos discernimento para sabermos o que é certo e o que é errado, e matar seu semelhante, sobretudo se não há um motivo plausível, como a legítima defesa, é errado, e quanto a isso tenho certeza de que nenhum filósofo discorda!

sou contra a pena de morte. porque não se deve matar ninguem . deve se ter controle e não vira psicopata tambem. porque se não o inferno vai ficar lotado do ruim que é o bandido e do pior que é o mandante... oohohoohoh. asssinado eu chapolin colorado..............e agora quem podera me ajudar..

o mundo ta lugar dificil de se viver bandidos cometendo crimes e ficam em punis matando crianças e com elas destruindo futuros planos de vida asim destruindo familias a vida é o bem maior que temos, quanta crueldade bandidos matando por nada o brasil ja passou da hora de se aplicada a pena de morte talvez asim as pessoas pensem mas antes de cometerem certos atos contra a vida de outras pessoas ,,...

bom nao estou aki para dar minhas opinioes toh aki pq preciso fazer um debate na facul preciso de argumentos q favorecem a pena de morte jah vi alguns e me ajudou muito c alguem tiver mais algum me passem pr favor obrigada a todos!!

A nossa Constituição, lei maior, é contraditória. Se alguém agir com racismo contra outra pessoa, a qualquer tempo ela pode ser presa e processada. Mas se alguém estourar a cabeça de outra pessoa com uma arma, existe um tempo para o acusado ser preso e processado. Depois disso, acabou, o sujeito está livre. Sinceramente, uma Lei em que uma ofensa pessoal vale muito mais do que uma vida humana tem de ser revista. A questão em relação a pena de morte é esta: o indíviduo sabe o que é matar, quer matar e mata. Eu não acho justo alguém se sentir dono da vida de outra, mate usando sua livre escolha, sabendo o que faz, mas não possa ser morto. É o "eu posso fazer o que quiser mas ninguém pode me tocar". É uma injustiça. Pena de morte, sim.

Sou a favor da pena de morte sim. Nós seres humanos (se é que alguns podem ser chamados assim) temos uma coisa que se chama livre arbítrio, ou seja temos a capacidade de decidir entre fazer ou não fazer. Um assassino mata porque quer matar, sente prazer nisso, gosta do que está fazendo, adora ver o sofrimento alheio, gosta de sentir-se um verdadeiro "Deus" tendo em suas mãos a vida de uma pessoa, e não me venham com esse papo de pobreza, país injusto, etc, pois considero isso uma ofensa aos pobres, pois se assim o fosse todos os pobres seriam bandidos. Meu argumento é simples: se eu passo fome, que culpa tem um pai de família que dá duro para sustentar seus filhos, para que eu possa matá-lo para lhe roubar? Que culpa têm seus filhos que ficaram órfãos e ainda mais a mercê de calhordas por não contarem mais com a proteção de seu pai? E não são só pobres que matam, os ricos também o fazem, e por quê? Se o problema é a sociedade injusta, então vocês que são radicalmente contra a pena de morte me expliquem isso: o que leva um jovem criado no maior conforto, com todas as oportunidades que a vida poderia ter lhe dado, o carinho, o amor e a educação de seus pais, simplesmente resolver entrar para a criminalidade? Exemplos: aqueles que tocaram fogo no índio Galdino em Brasília, no final da década de 90, o outro que entrou em um cinema em SP e metralhou várias pessoas, e mesmo quem não chegou a matar (por pouco) como aqueles outros que espancaram um rapaz recentemente em SP, depois de agredí-lo com uma lâmpada apenas porque acharam que ele era homossexual, ainda aqueles outros que espancaram uma empregada doméstica no RJ por achar que ela era prostituta, etc....... Eu concordo que temos que ter um país mais justo, com oportunidades iguais para todos, etc, mas apenas isso não basta. Para pessoas más (e vamos parar de tapar o sol com a peneira, pois tem gente que é ruim mesmo, e porque quer ser) tem que haver PUNIÇÃO! E hoje, no Brasil, que está sendo punido?

Lugar de bandido não é na cadeia ! É NO CAIXÃO !

Concordo, mas antes deveria sofrer tudo o que sua vítima sofreu para servir de exemplo aos outros covardes como ele.

Vamos analisar o caso de Cunha - SP, onde um sujeito matou duas irmãs: ele o fez não pelo fato de ser pobre, mas por que uma delas não queria saber dele, ou ele queria provar para sua namorada que ele era a única mulher por quem ele se interessava, ou outra coisa do tipo. Não matou para roubar e matar sua fome, não foi por falta de oportunidade (o que falta de oportunidade tem a ver com esse crime?), ou qualquer outra tradicional desculpa para tentar justificar o que gera a violência.Então eu pergunto àqueles que são contra a pena de morte em todos os casos: é justo esse sujeito passar 1/3 de sua pena que no máximo será de 30 anos na cadeia e depois ganhar a liberdade condicional para quem sabe matar outras mulheres pelo mesmo motivo? E se essas mulheres forem suas parentes, o que vocês diriam a ele?

Visite um presídio e veja se é bom ficar por 10 anos lá. Primeiramente é algo completamente contraditório matar alguém por esta ter matado outra pessoa. Imagine a reação desencadeada e o problema gerado para soluções de crime que não o homicídio. Segundo, é infinitamente mais caro para o Estado matar alguém do que mantê-la perpetuamente na cadeia. Terceiro, a pena de morte já provou que não reduz o índice de criminalidade, como provado com o fim da guilhotina, na França e a revolução no Irã, que adotou a pena de morte. Em ambos os casos o período com a pena de morte instituída foi ou é mais sangrento do que o período com penas mais humanas. Terceiro, sem uma política de prevenção de crimes, a repressão é inócua. Só com uma educação melhor, mais saúde, melhor iluminação pública, mais policias e este mais bem treinados e remunerados é que teremos uma redução, não só nos homicídios, mas das práticas delituosas como um todo. Acho que isso não é novidade pra ninguem. Quarto: há muitas críticas em torno da lei penal brasileira, que ele carece de reformas. Minha proposta é que a lei vigente seja aplicada. Como é sabido, a Constituição brasileira é uma das mais abrangentes e bem redigidas do mundo. Entretanto, basta lê-la para ver que a prática é bem discrepante da teoria. Não adianta fazer uma lei mais severa se uma lei mais branda não é aplicada. É como querer trocar um produto por este apresentar defeito sem antes ter lido o manual. Quem sabe a pilha não foi colocada invertida?

E na tua opinião, o que é melhor: passar 10 anos na cadeia ou morrer sem dever nada a ninguém como acontece com as vítimas desses "anjinhos" que estão "sofrendo" nas nossas cadeias? Pergunte à mãe de João Hélio. Ah, talvez você nem se lembre de quem eu estou falando. Mas se fosse um desses santinhos aí você iria se lembrar!

É meu camarada, não é bom passar 10 anos num presídio, com indultos, visita íntima, celular, drogas a vontade, etc. E você então pergunte a um filho se é bom perder um pai ou uma mãe assassinados, ou a uma mãe se é bom ter um filho bebê arrastado por um carro ou ainda para um pai e uma mãe se é bom ter suas duas filhas de 15 e 16 anos mortas por um cara que já tinha matado outras pessoas e nem preso estava. O que você acha que é pior. TODO CASTIGO PRA VAGABUNDO É POUCO!

Pages

Add new comment

HTML com quebra

  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Allowed HTML tags: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <blockquote> <h4> <h3> <p> <img>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
CAPTCHA
Esta questão é necessária para prevenir spam :(
3 + 1 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.

Regras e Regulamentos

Atenção:

Não há censura de opinião nos comentários, mas o vc é o responsável pelo que escrever. Ou seja, aqui vale o Yoyow (You Own Your Own Words).

Lembre-se: Opinião é diferente de informação.

Informações sem fonte ou que não puderem ser checadas facilmente podem ser deletadas.

Serão apagadas sem dó mensagens publicitárias fora de contexto, spam usado para melhorar a posição de sites e outras iniciativas de marqueteiros pouco éticos.

Respeite as regras básicas Netiqueta.

Grosserias desacompanhadas de conteúdo, coisas off-topic e exagero nas gírias ou leet que dificultem o entendimento de não-iniciados tb não serão toleradas aqui.

Vou apagar sumariamente todos os comentários escritos inteiramente CAIXA ALTA, mensagens repetidas e textos que atrapalhem a diagramação do site.

Além de prejudicar, a leitura é falta de educação.

Não publique tb números de telefone, pois não tenho como checá-los. As mensagens com números de telefone serão apagadas inteiras.

Obviamente, qq conteúdo ilegal tb será deletado sem discussão.

Evite também mensagens do tipo "me too" (textos apenas concordando com o post anterior sem acrescentar algo à discussão).

Clique aqui para ver algumas dicas sobre como escrever um texto claro, objetivo e persuasivo.

Todas os comentários são considerados lançados sobre a licença da Creative Commons.

Se você não quer que seu texto esteja sob estes termos, então não os envie.