“O Abraço Corporativo” estréia

Acabei de receber o release da estréia do Abraço Corporativo, do meu amigo Ricardo Kauffman, no circuito comercial...

Menção Honrosa na última Mostra SP, “O Abraço Corporativo” estréia dia 18.06, no Belas Artes

Documentário que virou assunto na 33ª Mostra Internacional de São Paulo convida público a refletir sobre o papel da imprensa hoje

Pré-estreia aberta ao público será realizada sábado (12.06), às 23h, no mesmo cinema

“Perturbador”. Foi assim que Leon Cacoff, diretor da Mostra Internacional de São Paulo, definiu o documentário “O Abraço Corporativo”, do jornalista Ricardo Kauffman. O longa-metragem consumiu cinco anos de trabalho independente, sem orçamento e patrocínio. O filme estréia na sexta-feira (18.06), no Belas Artes e tem classificação indicativa Livre. No sábado (12.06) haverá pré-estreia, às 23h, aberta ao público na sala Mario de Andrade, no mesmo cinema.

Após as primeiras exibições públicas na Mostra, o documentário recebeu os seguintes comentários da imprensa especializada: “provocador”; “dá o que pensar”; “atento aos detalhes”.

“O Abraço Corporativo” acompanha a trajetória real de um consultor de RH fictício, chamado Ary Itnem, em busca de divulgação da Teoria do Abraço. Tal Teoria é a solução para uma doença enfrentada pelas empresas chamada inércia do afastamento - um mal causado pelo uso excessivo das novas tecnologias.

O filme mostra o personagem – encarnado pelo ator Leonardo Camillo – e sua teoria também inventada em contato com emissoras de TV, rádio, jornais, revistas e portais da Internet.

Ary virou hit na web quando foi à avenida Paulista pedir abraços grátis. Seu vídeo (http://www.youtube.com/watch?v=FNd_sBddLzM ) alcançou a marca de 650 mil views e foi parar na home page de grandes portais.

“O documentário mostra e discute um dilema do jornalismo da era pré-digital em todo o mundo: o que fazer com tanto espaço para informação e capacidade técnica para publicar notícias assim que acontecem ou se anunciam”, diz o diretor e produtor do filme, Ricardo Kauffman

“O Abraço Corporativo” mistura a trajetória de Ary com depoimentos diversos sobre como se faz notícia hoje. Juca Kfouri, Eugênio Bucci, Contardo Calligaris, Bob Fernandes e o ex-governador de São Paulo Cláudio Lembo são alguns dos entrevistados.

Assista ao trailer do documentário http://www.youtube.com/watch?v=Q5EwRuglalQ

Mais sobre Ricardo Kauffman

Formou-se em Jornalismo em 1995, atua na área desde 1992. Trabalhou na Rádio Jovem Pan, DCI (editor-chefe); Diário do Grande ABC, portal StarMedia e Gazeta Mercantil, todos na área econômica. Foi assessor de imprensa da Secretaria Municipal de Finanças de São Paulo e coordenador do Núcleo de Análise Editorial da Máquina da Notícia.

Colaborou em diversos veículos e agências de comunicação, como revistas Carta Capital e América Economia, e a CDN. Cursou roteiro cinematográfico na Escuela Internacional de Cine y TV de San Antonio de Los Baños (Cuba). Escreveu, junto com o cineasta Toni Venturi, o livro: “Cabra-Cega − o caminho do filme”. Dirigiu e produziu o documentário “O Abraço Corporativo” (2009), sobre os caminhos da notícia na era pré-digital.

O Abraço Corporativo

Documentário

Suporte: digital

Duração: 75 minutos

Produção: Idéia Forte

Co-Produção: Miração Filmes /Olhar Imaginário

Editoria:

Add new comment

HTML com quebra

  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Allowed HTML tags: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <blockquote> <h4> <h3> <p> <img>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
CAPTCHA
Esta questão é necessária para prevenir spam :(
5 + 3 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.

Regras e Regulamentos

Atenção:

Não há censura de opinião nos comentários, mas o vc é o responsável pelo que escrever. Ou seja, aqui vale o Yoyow (You Own Your Own Words).

Lembre-se: Opinião é diferente de informação.

Informações sem fonte ou que não puderem ser checadas facilmente podem ser deletadas.

Serão apagadas sem dó mensagens publicitárias fora de contexto, spam usado para melhorar a posição de sites e outras iniciativas de marqueteiros pouco éticos.

Respeite as regras básicas Netiqueta.

Grosserias desacompanhadas de conteúdo, coisas off-topic e exagero nas gírias ou leet que dificultem o entendimento de não-iniciados tb não serão toleradas aqui.

Vou apagar sumariamente todos os comentários escritos inteiramente CAIXA ALTA, mensagens repetidas e textos que atrapalhem a diagramação do site.

Além de prejudicar, a leitura é falta de educação.

Não publique tb números de telefone, pois não tenho como checá-los. As mensagens com números de telefone serão apagadas inteiras.

Obviamente, qq conteúdo ilegal tb será deletado sem discussão.

Evite também mensagens do tipo "me too" (textos apenas concordando com o post anterior sem acrescentar algo à discussão).

Clique aqui para ver algumas dicas sobre como escrever um texto claro, objetivo e persuasivo.

Todas os comentários são considerados lançados sobre a licença da Creative Commons.

Se você não quer que seu texto esteja sob estes termos, então não os envie.