Governo federal libera R$ 4 bilhões em emendas parlamentares

O Governo Federal cedeu à pressão do PMDB e libera R$ 4 bilhões dos nossos impostos para emendas parlamentares, destaca o estadao.

Funcionou a rebelião da base aliada, capitaneada pelo PMDB, para forçar o governo a liberar recursos de emendas parlamentares, retidos por conta da queda de arrecadação federal. Após quase duas horas de reunião com os líderes dos partidos aliados, ontem, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, comprometeu-se a liberar quatro parcelas de R$ 1 bilhão, uma por mês, de setembro até dezembro.

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, até tentou demonstrar preocupação com crescente o déficit público, mas foi atropelado pelos interesses dos políticos do PMDB.

Bernardo ainda tentou condicionar as três parcelas finais (outubro, novembro e dezembro) à recuperação da arrecadação da Receita, mas teve de se render à intransigência da base. "Fiz uma cobrança séria, altiva, em nome do Parlamento, não de um partido ou bancada, para que o Executivo cumpra sua parte e respeite a lei de execução orçamentária", disse Alves, observando que o ministro prometeu uma solução rápida. "Demos a ele um crédito e acho que desta vez será cumprido."

O líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), negou que tenha havido barganha com o governo, mas "exigência do cumprimento correto da execução orçamentária", que a seu ver será feita com responsabilidade e de acordo com as disponibilidades de caixa.

Depois de conversar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros da área econômica, aos quais fez um relato preocupante dos danos causados no Orçamento com a queda de arrecadação, Bernardo foi orientado a encontrar uma solução para contornar a crise com a base. Mas o episódio mostrou ao governo, mais uma vez, o apetite insaciável do principal parceiro na aliança, o PMDB.

IMHO, Emendas Parlamentares são dos grandes problemas estruturais da política brasileira.

Só dá para evitar a presença de políticos com mentalidade patrimonialista e paternalista quando for cortado o vazamento de dinheiro público associado a interesses locais.

Legislativo deveria legislar e fiscalizar o executivo.

Editoria:

Comments

ola tv globinho por favor tira es três espiãs e o bob esponjas e colocar power ander e tambem zeque bell por favor :)

Add new comment

HTML com quebra

  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Allowed HTML tags: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <blockquote> <h4> <h3> <p> <img>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
CAPTCHA
Esta questão é necessária para prevenir spam :(
3 + 1 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.

Regras e Regulamentos

Atenção:

Não há censura de opinião nos comentários, mas o vc é o responsável pelo que escrever. Ou seja, aqui vale o Yoyow (You Own Your Own Words).

Lembre-se: Opinião é diferente de informação.

Informações sem fonte ou que não puderem ser checadas facilmente podem ser deletadas.

Serão apagadas sem dó mensagens publicitárias fora de contexto, spam usado para melhorar a posição de sites e outras iniciativas de marqueteiros pouco éticos.

Respeite as regras básicas Netiqueta.

Grosserias desacompanhadas de conteúdo, coisas off-topic e exagero nas gírias ou leet que dificultem o entendimento de não-iniciados tb não serão toleradas aqui.

Vou apagar sumariamente todos os comentários escritos inteiramente CAIXA ALTA, mensagens repetidas e textos que atrapalhem a diagramação do site.

Além de prejudicar, a leitura é falta de educação.

Não publique tb números de telefone, pois não tenho como checá-los. As mensagens com números de telefone serão apagadas inteiras.

Obviamente, qq conteúdo ilegal tb será deletado sem discussão.

Evite também mensagens do tipo "me too" (textos apenas concordando com o post anterior sem acrescentar algo à discussão).

Clique aqui para ver algumas dicas sobre como escrever um texto claro, objetivo e persuasivo.

Todas os comentários são considerados lançados sobre a licença da Creative Commons.

Se você não quer que seu texto esteja sob estes termos, então não os envie.